Toggle Pesquisar

  1. Home
  2. Empresa
  3. Quem somos
  4. A nossa história
  5. 1970 - 1979: Diversificar num clima económico difícil

1970 - 1979: Diversificar num clima económico difícil

Durante a década de 70, as difíceis condições económicas, incluindo inflação alta na sequência da crise do petróleo de 1973, leva à estagnação das vendas.

Anúncio impresso da margarina Flora dos anos 70

O crescimento de grandes retalhistas, incluindo os supermercados, também faz com que os fabricantes comecem a perder o poder de negociação.

Por isso, a Unilever continua a construir empresas de bens de consumo em setores incluindo transporte e embalagem e faz um avanço muito importante para a América do Norte com a aquisição da National Starch. Felizmente a subsidiária United Africa Company obtém grandes lucros com a expansão do negócio de petróleo na Nigéria, ajudando a equilibrar os custos de empresas na Europa e nos Estados Unidos.

Mas enquanto a Unilever se continua a diversificar nos anos 70, deixa de se expandir na cadeia de abastecimento à medida que outros fornecedores se tornam maiores e ficam melhor equipados para assumir tarefas secundárias.

Destaques

1970

A Unilever adquire a empresa de carne Zwanenberg’s em Oss, que eventualmente se viria a tornar no grupo de carne UVG da Unilever.

1971

A Lipton International é adquirida e o negócio de chá da Unilever torna-se um dos maiores no mundo.

O desodorizante Impulse é lançado, começando na África do Sul. Em 1985 já era vendido em 30 países.

A Mentadent é lançada na Áustria como uma marca de pastilhas para saúde dentária.

1973

A fábrica de gelados Frigo é adquirida em Espanha.

A subsidiária da Unilever, a United Africa Company, torna-se a UAC International, tendo expandido desde a sua criação nos anos 20 para fazer negócio em 43 países.

1977

Nesta altura, nos nove membros da Comunidade Económica Europeia, a Unilever emprega cerca de 177.000 pessoas em 200 escritórios e fábricas, investindo em ativos fixos numa taxa de cerca de 30 milhões de libras por ano e gastando cerca de mil milhões de libras em suprimentos.

1978

Mostrando intenções de aumentar a sua presença nos Estados Unidos, a Unilever adquire a National Starch, um produtor líder de adesivos, amido e especializado em químicos orgânicos. Nesta altura, é a maior aquisição da empresa Europeia nos Estados Unidos.

Back to top