Metilisotiazolinona (MI)

Utilizamos conservantes para ajudar a manter os produtos de limpeza da casa e de cuidados pessoais em boas condições: a falta destes pode permitir que se estraguem devido a bactérias, leveduras e bolores. Selecionamos os nossos conservantes com todo o cuidado, garantindo que são seguros e eficazes para os utilizadores dos nossos produtos.

Woman conditioning her hair

A metilisotiazolinona (MI) é um conservante comum utilizado na indústria dos cuidados pessoais, no entanto existem atualmente preocupações sobre a possibilidade de provocar alergias em algumas pessoas. Removemos a MI da grande maioria dos nossos produtos de cuidados pessoais destinados a deixar atuar no corpo. No caso dos produtos de cuidados pessoais para enxaguar, estamos a reduzir globalmente os níveis de MI para garantir que cumprimos as novas exigências regulamentares.

Nos nossos produtos de cuidados pessoais, a presença de MI é indicada na lista de ingredientes, de forma que quem tiver alergia à MI possa evitar a utilização deste produto. Vamos continuar a seguir os desenvolvimentos científicos, para assegurar que todos os nossos produtos são seguros, eficazes e cumprem integralmente as exigências regulamentares.

Respostas às suas dúvidas:

O que é a MI?

A MI é um líquido transparente e incolor que é solúvel em água. Aumenta a segurança e prazo de validade dos produtos prevenindo o desenvolvimento de bactérias e leveduras. Sem conservantes, como a MI , os produtos podem começar a ter um cheiro desagradável, sofrer uma alteração da cor ou desenvolver bolores que podem produzir toxinas prejudiciais para a saúde.

A MI causa alergias?

A maioria das pessoas que utilizam produtos contendo MI não têm reações alérgicas. No entanto, após alguns dermatologistas terem exprimido a sua preocupação sobre a possibilidade de a MI poder desencadear alergias cutâneas num número crescente de pessoas, o nosso Centro de Garantia de Segurança e Ambiente (SEAC - "Safety & Environmental Assurance Centre") procedeu a uma revisão de todos os dados clínicos relevantes. Em conclusão, estamos a proceder a uma eliminação gradual dos nossos produtos de cuidados pessoais destinados a deixar atuar na pele e a reduzir a quantidade nos produtos de cuidados pessoais destinados a serem enxaguados.

Back to top