Vaselina

A vaselina, também designada por gelatina de petróleo, é muito utilizada na cosmética e em produtos de cuidados pessoais.

Petroleum Jelly

O COMANDANTE ROBERT PEARY, CONSIDERADO EM GERAL COMO TENDO SIDO O PRIMEIRO HOMEM A ALCANÇAR O PÓLO NORTE, LEVOU CONSIGO A VASELINA VASELINE® PARA PROTEGER A PELE DURANTE A EXPEDIÇÃO DE 1909 PORQUE ESTA NÃO CONGELAVA.

A capacidade hidratante única da vaselina é diferente de muitas outras pomadas e cremes, alguns dos quais se limitam a ficar sobre a superfície da pele ou penetram e saem da pele com demasiada rapidez.

A gelatina de petróleo original da Unilever – Vaseline® – ajuda na recuperação da pele seca bloqueando a humidade e criando uma camada protetora sob a superfície da pele. Ao bloquear a humidade, a vaselina Vaseline® ajuda a combater condições tais como pele a descamar e a pelar e acelera a recuperação natural da mesma.

Os produtos de cuidados pessoais que contém vaselina têm um longo historial de segurança e a vaselina Vaseline® tem sido uma marca de confiança nos armários da casa de banho de todas as famílias há mais de 145 anos. Atualmente, a vaselina Vaseline® é triplamente purificada e possui muitas aplicações protetoras e preventivas, desde a cosmética até à puericultura.

Respostas às suas dúvidas:

Qual a origem da vaselina?

Em meados do século XIX, os trabalhadores dos primeiros campos de extração de petróleo nos Estados Unidos encontraram uma substância gelatinosa nas estruturas de extração e começaram a utilizá-la como unguento em golpes e queimaduras. O farmacêutico Robert Chesebrough descobriu como destilar esta substância – a vaselina – obtendo uma versão mais leve e purificada, que lançou no mercado como vaselina Vaseline®. Desde então que a vaselina Vaseline® se tornou muito popular devido à sua eficácia quer em si própria, quer como ingrediente em produtos cosméticos e produtos de cuidados pessoais.

É seguro utilizar os produtos de cuidados pessoais da Unilever que contêm vaselina?

Sim. Utilizamos vaselina com um elevado grau de pureza, respeitando as normas farmacêuticas. É eficaz, detalhadamente avaliada e segura numa utilização regular. Esta perspetiva é suportada por várias autoridades reguladoras e de saúde, incluindo a Autoridade da Segurança Alimentar e Farmacêutica dos Estados Unidos, a agência responsável pela supervisão da segurança alimentar e farmacológica nos EUA, a qual reconhece a vaselina como um protetor cutâneo que não precisa de receita médica.

Back to top