Saltar para conteúdo

Unilever Portugal Mudar localização


A photograph of three women with their arms around each other's shoulders.

Estamos a dizer não ao “normal” e sim à Beleza Positiva

Novas pesquisas revelam que 74% das pessoas querem que a indústria da beleza e dos cuidados pessoais reflitam uma definição mais ampla de beleza. Estamos a agir nesse sentido. Aqui está como…

De cuidados com a pele a sabonetes, champôs e muito mais, as nossas marcas de beleza e cuidados pessoais estão a remover a palavra “normal” das campanhas publicitárias e das embalagens, em todo o mundo.

Este é um de entre os vários compromissos que estamos a assumir hoje, como parte da nossa nova visão e estratégia de Beleza Positiva – defendendo uma nova era de beleza inclusiva, imparcial e sustentável. Não apenas para causar menos prejuízo, mas também para trazer mais benefícios, tanto para as pessoas quanto para o planeta.

Numa nova pesquisa envolvendo 10.000 pessoas em nove países, *sete em cada dez pessoas disseram que a palavra “normal” encontrada nas embalagens de produtos de beleza tem um efeito negativo sobre as pessoas. Esse número aumenta para oito em cada 18 pessoas na faixa etária dos 18 aos 35 anos de idade.

A pesquisa foi mais a fundo ainda nas experiências das pessoas em relação à indústria da beleza e cuidados pessoais:

  • Mais de metade das pessoas entrevistadas (56%) disseram que a indústria da beleza e cuidados pessoais pode fazer com que as pessoas se sintam excluídas.
  • Mais de sete em cada dez pessoas disseram que a indústria da beleza e cuidados pessoais deve ampliar a sua definição de beleza.
  • Seis em cada dez disseram que a indústria cria um ideal único de quem ou o que é “normal” e que isso as fez sentir que deveriam ter uma determinada aparência.
  • E mais de sete em cada dez pessoas (74%) disseram que querem ver a indústria da beleza e cuidados pessoais a focar-se mais em fazer as pessoas se sentirem melhor, e não apenas parecerem melhor.

Os participantes também nos disseram que queriam ver uma diversidade de pessoas mais inclusiva refletida nas marcas de beleza e cuidados pessoais.

A maioria disse que a indústria ainda tem um caminho pela frente para representar melhor as pessoas de diferentes tipos de corpo, de diferentes faixas etárias, de diferentes etnias e também da comunidade LGBTQIA+.

Uma definição de beleza mais inclusiva

“Com mais de mil milhões de pessoas a usar os nossos produtos de beleza e cuidado pessoal e um número ainda maior a assistir às nossas campanhas publicitárias, as nossas marcas têm o poder de fazer uma diferença real na vida das pessoas. Com parte disto, estamos a assumir o compromisso de combater normas e estereótipos prejudiciais e moldar uma definição de beleza mais abrangente”, refere Sunny Jain, Presidente da Unilever Beauty & Personal Care.

“Sabemos que ao remover a palavra “normal” dos nossos produtos e embalagens não irá por si só resolver o problema, mas é um importante passo nesse sentido. É apenas uma das várias ações que estamos a realizar como parte da nossa visão de Beleza Positiva, que tem como objetivo não só causar menos danos, mas trazer mais benefícios para as pessoas e para o planeta.

“Com cada vez mais consumidores a recompensar as marcas que atuam nas questões sociais e ambientais com as quais se preocupam, acreditamos que a Beleza Positiva irá tornar o nosso negócio mais forte e bem sucedido,” acrescenta Sunny.

Além de remover das campanhas publicitárias e embalagens a palavra “normal”, as nossas marcas de beleza e cuidados pessoais também se comprometem a acabar com todas as modificações digitais que alteram o formato, o tamanho, as proporções ou a cor da pele do corpo das pessoas, além de aumentar o número de anúncios que retratam pessoas de grupos diversificados e sub-representados.

As nossas promessas para as pessoas e para o planeta

Dizer não ao normal é apenas uma das medidas de entre o conjunto de três compromissos que assumimos para criar um impacto real e mensurável por meio das nossas marcas de beleza e cuidados pessoais:

Estamos a tomar medidas para ajudar a melhorar a saúde e o bem-estar, além de promover a igualdade e a inclusão, alcançando mil milhões de pessoas por ano até 2030.

Faremos isso ajudando a acabar com a discriminação no âmbito da beleza, defendendo a inclusão, desafiando ideais limitados de beleza e desenvolvendo um portfólio de produtos inclusivos que atendam a uma maior diversidade de beleza.

Impulsionaremos a igualdade de géneros rompendo com os estereótipos das nossas campanhas publicitárias e intensificando os programas das marcas que desafiem o status quo. Aperfeiçoaremos a saúde e o bem-estar por meio das iniciativas educacionais já existentes no que se refere à lavagem das mãos e da higiene oral, e ampliando o nosso foco em novas áreas, incluindo o bem-estar físico e mental.

Ajudaremos a proteger e regenerar 1,5 milhões de hectares de terra, florestas e oceanos até 2030.

Isto representa mais terra do que a necessária para produzir os ingredientes renováveis encontrados nos nossos produtos de beleza e cuidados pessoais.

As nossas marcas de beleza e cuidados pessoais também irão contribuir com mil milhões de Euros para o fundo do Clima e da Natureza. exclusivo da Unilever. E até 2025, todo o plástico que utilizarmos nas embalagens das nossas marcas em todo o mundo será reciclável, reutilizável ou compostável .

Continuaremos a apoiar a proibição global de testes em animais nos cosméticos até 2023.

Estamos a trabalhar nesse sentido em colaboração com legisladores, organizações de proteção dos animais e empresas que partilham deste pensamento. Vinte e três das nossas marcas de beleza e cuidados pessoais já são aprovadas pela organização PETA, enquanto outras estão a trabalhar para obter a certificação.

O compromisso com as metas que apoiam as pessoas e o planeta não é algo novo para a Unilever nem para as nossas marcas de beleza e cuidados pessoais. Muitas delas têm uma longa história direcionada ao crescimento com um propósito. Por exemplo, os programas educacionais de lavagem das mãos da Lifebuoy alcançaram mais de mil milhões de pessoas desde 2010, e o Projeto de Autoestima da Dove ajudou a incutir a confiança corporal em mais de 69 milhões de jovens de 150 países nos últimos 15 anos.

Com base na Beleza Positiva, muitas das nossas restantes marcas irão lançar agora novos programas para beneficiar milhões de vidas e ajudar a transformar sistemas ao defender novas políticas, leis e normas sociais a fim de trazer mais benefícios para as pessoas, comunidades e para o planeta.

* A pesquisa Beleza Positiva da *Unilever foi realizada com 10.000 participantes dos Estados Unidos, Brasil, Reino Unido, Nigéria, África do Sul, Arábia Saudita, Índia, Indonésia e China.