Criámos o nosso Plano de Sustentabilidade há oito anos e fizemos progressos significativos em relação a muitos dos nossos objetivos.

Veja o nosso filme abaixo ou visite a nossa página de destaques para saber mais.

Também aprendemos muito durante esse tempo. As novas tecnologias, os novos modelos de negócio e as novas formas de pensar são alguns dos aspetos fundamentais para conduzir à mudança de que o mundo necessita de forma rápida e em escala.

Embora ainda enfrentemos muitos desafios e não tenhamos todas as respostas, é óbvio que fazer as coisas de outra forma continuará a ser o principal impulsionador do nosso crescimento.

“'Fazer da vida sustentável algo comum' continuará a ser o nosso propósito como empresa para manter a Unilever na vanguarda no que diz respeito à garantia de que o negócio é uma força do bem”, afirmou o nosso CEO Alan Jope. “Cada vez mais marcas se tornarão mais transparentes em relação ao impacto social e ambiental positivo que têm. Isto está totalmente alinhado com os instintos dos nossos colaboradores e com as expectativas dos nossos consumidores. Não se trata de fazer prevalecer o propósito em relação ao lucro, mas sim de o propósito gerar lucro.”

Eis algumas formas através das quais estamos a inovar para causar impacto.

Passos inovadores em direção à economia circular dos plásticos

Loop delivery

Enquanto empresa de produtos embalados, temos profunda consciência do impacto que as embalagens de plástico têm no ambiente. Estamos a criar novas tecnologias e modelos de negócio para desenvolver a nossa estratégia de utilização de menos plástico, melhor plástico e inclusivamente não utilizar plástico. E, quando utilizarmos plástico, comprometemo-nos a transitar para uma economia circular..

Na Indonésia, estamos a criar uma tecnologia inovadora piloto associada a plásticos multicamadas utilizados em saquetas. Pretende-se transformar saquetas usadas em novos polímeros numa base comercial. Em caso de sucesso, isto poderia representar uma forma inicial de tornar a reciclagem de saquetas mais circular para nós e para a indústria em geral.

Estamos também a inovar os modelos de negócio. Em janeiro, anunciámos uma parceira com a Loop, um projeto-piloto de compras livres de resíduos, em que os produtos são enviados diretamente para os consumidores e posteriormente devolvidos e reabastecidos. Algumas das nossas marcas desenvolveram novos formatos para a plataforma, tais como desodorizantes stick recarregáveis e pasta de dentes em pastilha.

Enfrentar o desafio que a água representa através da inovação

Love beauty and Planet products

O nosso maior impacto na água acontece quando os consumidores usam os nossos produtos para tomar banho ou para lavar a roupa. Isto é um verdadeiro desafio porque, apesar de termos tido algum sucesso com os programas de mudança de comportamento destinados a reduzir a utilização, os progressos feitos não foram suficientemente rápidos. Portanto, estamos a desenvolver novos produtos e formulações que necessitam de uma menor quantidade de água, de água de má qualidade ou inclusivamente de nenhuma água.

Por exemplo, concebemos o inovador spray WC Domestos Flush Less, que desinfeta e elimina os maus odores sem ser necessário efetuar descargas. Dado que cada descarga utiliza cerca de 9 litros de água, esta solução nova mas simples pode vir a ter um grande impacto nas regiões com escassez de água.

Também lançámos a nossa gama Love Beauty and Planet, cujos acondicionadores utilizam uma tecnologia inovadora que os ajuda a dividirem-se em moléculas mais pequenas e a serem enxaguados mais rapidamente. Isto permite que os consumidores gastem menos água e demorem menos tempo a tomar banho para poupar água.

Melhorar os rendimentos e meios de subsistência, especialmente das mulheres

Sustainable Living Highlights 2019

Podemos ter um impacto positivo nas vidas de milhões de pessoas através da nossa cadeia de valor. Os pequenos retalhistas são um pequeno grupo importante em mercados emergentes, constituído maioritariamente por mulheres. É neste contexto que as inovações na área digital e do comércio eletrónico podem realmente superar os obstáculos associados à melhoria dos rendimentos e do crescimento com base no nosso modelo Shakti.

A nossa iniciativa Jaza Duka no Quénia, em parceria com a Mastercard, digitaliza os processos de compra e venda de bens, permitindo que os revendedores acedam a empréstimos bancários.Isto permite-lhes controlar melhor o inventário para que consigam ter stock disponível para satisfazer a procura dos clientes.

Outro exemplo é a Kasha, uma iniciativa no âmbito da nossa parceria TRANSFORM. Esta plataforma de comércio eletrónico e de conteúdo no Ruanda vende e entrega, de forma confidencial, produtos de cuidados pessoais e de saúde para mulheres através de um novo sistema de distribuição que capacita as mulheres e permite o crescimento.

Aproveitar o poder das plantas para proporcionar dietas mais saudáveis

Fizemos bons progressos na reformulação dos nossos produtos para reduzir o sal, o açúcar e a gordura – 48% do nosso portefólio por volume cumpre agora os nossos mais elevados padrões nutricionais, com base em diretrizes dietéticas reconhecidas a nível mundial.

Atualmente, cada vez mais pessoas querem aumentar a proporção da dieta que contém alimentos à base de plantas feitos com ingredientes naturais. A satisfação desta exigência dos consumidores está perfeitamente alinhada com a nossa visão de crescimento sustentável do negócio. Além disso, o nosso portefólio continuou a crescer em 2018.

Por exemplo, estamos a aumentar a nossa oferta de produtos veganos/não lácteos. A Ben & Jerry’s, a Cornetto, a Magnum e a Breyers possuem versões não lácteas de produtos. Além, disso, em 2018, adquirimos a The Vegetarian Butcher, que pretende ser o maior talho do mundo através do seu portefólio baseado em plantas.

Bons progressos até agora, mas ainda há muito mais para fazer

Em geral, estamos a fazer bons progressos em relação aos nossos objetivos, mas reconhecemos que alguns deles serão difíceis de alcançar até finais de 2020. No entanto, isso não significa que iremos desistir.

Os resíduos são um excelente exemplo. A nossa pegada nos resíduos por utilização por consumidor diminuiu em 31% desde 2010. Fizemos bons progressos nas áreas onde temos controlo direto, tais como a redução de resíduos nas nossas próprias operações através de designs alternativos das embalagens. Nas áreas que não controlamos diretamente, os progressos foram mais lentos apesar da pressão ativa exercida para aumentar as infraestruturas para recolha e reciclagem. Vamos acelerar os nossos esforços associados às embalagens e ao aumento da procura de conteúdo reciclado.

Explorar mais sobre estes tópicos
Back to top

LIGUE-SE À UNILEVER

Estamos sempre à procura de ligação com aqueles que partilham o nosso interesse num futuro sustentável.

CONTACTE-NOS

Contacte a Unilever e equipas especialistas para encontrar contactos em todo o mundo.

Contacte-nos