1. Home
  2. Notícias
  3. Comunicados de Imprensa
  4. Unilever N.V. e PLC: alteração no Conselho Direcção Não Executivo

Unilever N.V. e PLC: alteração no Conselho Direcção Não Executivo

Londres / Roterdão, 14 de março de 2014 – A Unilever anunciou hoje que os seguintes elementos do Conselho de Direção Não Executivo irão candidatar-se para a reeleição na Assembleia Geral Ordinária de 14 de Maio de 2014: Laura Cha, Louise Fresco, Ann Fudge, Byron Grote, Jean-Marc Huet, Mary Ma, Hixonia Nyasulu, Paul Polman, Sir Malcolm Rifkind, John Rishton, Kees Storm, Michael Treschow e Paul Walsh. Devido a outros compromissos por si assumidos, Charles Golden decidiu não se candidatar na Assembleia Geral Ordinária deste ano.

Michael Treschow, Presidente do Conselho de Direção Não Executivo da Unilever, referiu: "Gostaria de agradecer ao Charlie pela sua contribuição como Administrador Não Executivo ao longo dos últimos oito anos. Entre outras coisas ele trouxe para a Unilever uma valiosa experiência financeira e teve um papel fundamental na transformação da Unilever e, especialmente, do seu Comité de Auditoria. Ele sai com os melhores votos de todos nós."

Além disso, a Unilever ainda anunciou que está a propor a adesão de Feike Sijbesma ao Conselho de Administração como Administrador Não Executivo. Ele irá ser proposto à eleição para o Conselho de Administração na Assembleia Geral Anual a 14 de maio de 2014 pressupondo que, caso seja eleito, a sua nomeação entrará em vigor a 1 de novembro de 2014.

Feike Sijbesma tem sido o Presidente e CEO do Conselho de Administração da Royal DSM N.V. desde 1 de maio de 2007.

Michael Treschow referiu: "Estou muito satisfeito que Feike tenha concordado em ser proposto para fazer parte do Conselho de Administração. Ele é uma referência na sua área e trará conhecimentos adicionais ao Conselho de Administração. Em particular, ele vai trazer para a Unilever experiência adicional no âmbito da sustentabilidade, finanças, alimentação e nutrição. Tenho certeza que ele irá ser uma considerável mais-valia para o negócio."

FIM

Notas de editor

Feike Sijbesma - biog

Nacionalidade: Holandesa. Nascido em: 1959.

Feike Sijbesma tem sido um membro do Conselho de Administração da Royal DSM N.V. (uma empresa mundial de Ciências da Vida e Ciências dos Materiais) desde julho de 2000 e CEO e Presidente desde maio de 2007. O Sr. Sijbesma estudou Biologia Médica na Universidade de Utrecht e Administração de Empresas na Universidade Erasmus em Roterdão.

Em 1987, entrou para a divisão Farmacêutica Industrial da Gist-Brocades, onde foi o responsável pelo planeamento estratégico e desenvolvimento do negócio, e de 1990 a 1993 foi o Diretor de Marketing e Vendas da divisão.

Posteriormente, ficou encarregue da liderança dos Savoury Ingredients, que mais tarde se tornou uma unidade de negócio da divisão de Food Specialties da Gist-Brocades. Em 1995, o Sr. Sijbesma tornou-se Diretor dessa unidade e passou a pertencer à Comissão Executiva da Gist-Brocades. No seguimento da aquisição pela Royal DSM N.V. em 1998, o Sr. Sijbesma tornou-se Diretor do grupo empresarial DSM Food Specialties.

Em 2000, passou a pertencer ao Conselho de Administração da DSM e a 1 de maio de 2007, tornou-se Presidente e CEO do Conselho de Administração da Royal DSM N.V.. O Sr. Sijbesma é também membro do Conselho de Supervisão do Banco Central Holandês (De Nederlandsche Bank).

Sobre a Unilever

Unilever é um dos principais fornecedores mundiais de alimentos, produtos para a limpeza da casa e produtos de higiene e cuidados pessoais, com vendas em mais de 190 países. Tem 174.000 colaboradores em todo o mundo e registou vendas anuais de € 49.8 mil milhões em 2013.

Mais de metade da dimensão da empresa situa-se nos mercados em crescente desenvolvimento e emergentes (57% em 2013). Trabalhamos para criar um futuro melhor todos os dias, ajudamos as pessoas a se sentirem bem, ficarem bonitas e a aproveitarem mais a vida. O nosso portfólio inclui algumas das marcas mais conhecidas do mundo, 14 das quais são - Knorr, Persil / Omo, Dove, Sunsilk, Hellmann’s, Surf, Lipton, Rexona / Sure, gelados Wall’s, Lux, Flora / Becel, Rama / Blue Band, Magnum e Axe / Lynx – que agora geram um volume de negócios de pelo menos € 1 mil milhões.

A nossa ambição é duplicar a dimensão do nosso negócio, enquanto simultaneamente reduzimos a nossa pegada ambiental (desde a origem das matérias-primas, passando pelo consumo e até à sua eliminação) aumentando o nosso impacto social positivo. Temos o compromisso de ajudar mais de mil milhões de pessoas a tomar medidas para melhorar a sua saúde e bem-estar, de até 2020 todas as matérias-primas agrícolas utilizadas nos nossos produtos serem de origem sustentável, e dissociar o nosso crescimento do nosso impacto ambiental. 

Definimos sete pilares para ajudar a alcançar os nossos três grandes objectivos, suportados por metas que abrangem áreas sociais, ambientais e económicas. Saiba mais sobre o Plano de Sustentabilidade da Unilever em www.unilever.com/sustainable-living/

A Unilever tem sido reconhecida nos Índices Dow Jones Sustainability World por 14 anos consecutivos. Fazemos parte do FTSE4Good Index Series e atingimos uma pontuação máxima ambiental de 5, o que levou à inclusão no Índice dos 40 Líderes Ambientais Europeus do FTSE4Good. 

A Unilever foi nomeada líder do sector no programa Florestas do CDP por três anos consecutivos, e em 2013 liderou a lista da Global Corporate Sustainability Leaders no relatório anual GlobeScan / SustainAbility - pelo terceiro ano consecutivo. Em 2013 a Unilever foi nomeada como o terceiro empregador mais procurado do LinkedIn em todo o mundo.

Para mais informações sobre a Unilever e as suas marcas, visite o site www.unilever.com

Declaração cautelar

Esta comunicação pode conter declarações prospectivas, incluindo "declarações prospectivas" dentro do significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados dos Estados Unidos de 1995. Palavras tais como "vontade", "objetivo", "espera", "antecipa", "pretende", "parece", "acredita", "visão", ou a antítese desses termos e outras expressões similares de desempenho ou de resultados futuros, e suas antíteses, têm a intenção de identificar tais declarações prospectivas. Estas declarações prospectivas são baseadas em expectativas e suposições atuais quanto aos desenvolvimentos esperados e outros fatores que afetam o grupo Unilever (o "Grupo"). Não são factos históricos, nem são garantias de desempenho futuro.

Porque estas declarações prospectivas envolvem riscos e incertezas, existem factores importantes que podem causar que os resultados reais sejam materialmente diferentes daqueles expressos ou implícitos por estas declarações prospectivas.

Entre outros riscos e incertezas, os factores principais que podem causar que os resultados reais difiram materialmente são:

As marcas mundiais da Unilever não atenderem às preferências dos consumidores; a capacidade da Unilever para inovar e se manter competitiva; as opções de investimento da Unilever na sua gestão do seu portfolio; a incapacidade para encontrar soluções sustentáveis para suportar o crescimento a longo prazo; o relacionamento com os clientes; o recrutamento e retenção de funcionários talentosos; roturas na nossa cadeia de fornecimento; o custo das matérias-primas e mercadorias; a produção de produtos de alta qualidade e que cumprem os requisitos de segurança; infraestrutura de IT segura e fidedigna; execução bem-sucedida de aquisições, alienações e projetos de transformação de negócios; riscos económicos e políticos e desastres naturais; riscos financeiros; o não cumprimento de elevados padrões éticos; e gestão regulatória, e questões jurídicas e fiscais.

Mais detalhes sobre potenciais riscos e incertezas que afectam o Grupo são descritos nos arquivos do Grupo na London Stock Exchange, Euronext em Amesterdão e na US Securities and Exchange Commission, incluindo o Relatório Anual do Grupo no Formulário 20-F para o exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e no Relatório e Contas de 2013. Estas declarações prospectivas são válidas apenas a partir da data deste comunicado. 

Salvo na medida exigida por qualquer lei ou regulamento aplicável, o Grupo renuncia expressamente qualquer obrigação ou compromisso de divulgar publicamente quaisquer atualizações ou revisões de quaisquer declarações prospectivas contidas neste documento que reflictam qualquer mudança nas expectativas do Grupo com relação a ele ou qualquer alteração nos eventos, condições ou circunstâncias em que tal declaração se baseia.

Unilever PLC

Unilever House
100 Victoria Embankment
London EC4Y 0DY
United Kingdom

+44 (0) 207 822 5252
Press-Office.London@Unilever.com

Unilever NV

Weena 455
3013AL Rotterdam

http://www.unilever.nl

+31 (0) 10 217 4000
mediarelations.rotterdam@Unilever.com

Explorar mais sobre estes tópicos
Back to top