Toggle Pesquisar

  1. Home
  2. Notícias
  3. Comunicados de Imprensa
  4. Nova comissão mundial coloca empresas no centro do desenvolvimento sustentável

Nova comissão mundial coloca empresas no centro do desenvolvimento sustentável

Janeiro 2016: No Forum Económico Mundial, em Davos é lançada a "Global Commission on Business and Sustainable Development" - cofundada pelo CEO da Unilever Paul Polman.

Não existem argumentos empresariais que defendam a manutenção da pobreza

Criada por Paul Polman e pelo antigo vice-secretário-geral da ONU, Mark Malloch-Brown, a Comissão de líderes empresariais, laborais e da sociedade civil visa incentivar as empresas a assumir a liderança na redução da pobreza e no desenvolvimento sustentável. Durante o próximo ano, esta comissão irá trabalhar no sentido de articular e quantificar a argumentação económica convincente para que as empresas participem na obtenção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (DPSs), também conhecidos como Metas Globais. Isto inclui:

www.businesscommission.org

  • Recompensas económicas significativas – através de novos mercados, oportunidades de investimento e inovações - se o mundo enfrentar os desafios da pobreza, da desigualdade e do stress ambiental
  • Riscos para o desempenho e estabilidade das empresas, e o aumento da fragmentação, competição por recursos e fragilidade, caso o mundo não consiga lidar com estes riscos
  • A necessidade de trabalhar com governos, organizações internacionais e a sociedade civil, por forma a construir um futuro onde as empresas possam atuar – com crescimento inclusivo, sustentável e criação de emprego generalizada.

A Comissão apresentará um relatório, no prazo de um ano, delineando novos modelos de negócio e financeiros, bem como oportunidades de mercado para empresas que estejam a investir em abordagens sustentáveis.

Paul Polman refere: "Não existe qualquer argumento empresarial que defenda a manutenção da pobreza. Temos uma oportunidade para desbloquear biliões de dólares através de novos mercados, investimentos e inovação. Mas para isso temos de desafiar as nossas práticas atuais e enfrentar a pobreza, a desigualdade e os desafios ambientais. Todas as empresas irão beneficiar por operar num mundo mais equitativo e resiliente, caso sejam alcançados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

As empresas são a chave para acelerar a transição

Desde 2000, a pobreza extrema mundial reduziu para menos de metade. As empresas - que fornecem 60% do PIB, 80% dos fluxos de capital e 90% dos postos de trabalho nos países em desenvolvimento - têm sido fundamentais para esta história de sucesso, mas podem desempenhar um papel maior e mais construtivo na criação de crescimento e oportunidades de desenvolvimento.

https://www.unilever.com/sustainable-living/sustainable-living-news/news/There-is-no-business-case-for-enduring-poverty.html

A iniciativa tem como objetivo explorar modelos de negócio disruptivos atuais e futuros – compreendendo o seu significado para o desenvolvimento sustentável - e mapear os novos mecanismos de financiamento que o mundo irá necessitar para tingir os ODS. Irá investigar as alterações em operações chave das empresas, e os comportamentos que vão muito além da tradicional responsabilidade social corporativa e das parcerias voluntárias.

Como explica Mark Malloch-Brown: "Um prémio enorme aguarda as empresas se conduzirem [o mundo] com sucesso a uma era de prosperidade partilhada e de maior sustentabilidade. Os governos e as organizações internacionais só por si não podem construir o futuro que necessitamos. As empresas são a chave para acelerar a transição.”

Explorar mais sobre estes tópicos
Back to top