Toggle Pesquisar

O Plano de Sustentabilidade Unilever para

Melhorar a nutrição

Melhorar a nutrição

Produtos melhores, alimentação melhor, vida melhor.

Em 2050, uma população global superior a 9 mil milhões de pessoas irá necessitar de 70% mais comida que aquela que é consumida hoje. Alimentar esta população em crescimento de forma nutritiva e sustentável irá exigir melhorias substanciais a todo o sistema alimentar mundial. A agricultura e os alimentos são um tópico comum ao longo de todas as 17 Objetivos Globais da ONU para o Desenvolvimento Sustentável.

As questões - desde a saúde do solo à saúde pública - são complexas e interligadas, e não podem ser solucionadas olhando em separado para a produção alimentar ou o seu consumo. O pilar da nutrição do nosso Plano de Sustentabilidade Unilever contribui para vários destes Objetivos Globais, mais especificamente: Objetivo 1 Eliminar a pobreza; 2 Eliminar a fome; 3 Boa saúde e bem-estar; e 17 Parcerias para os objetivos.

Estamos comprometidos com a produção de alimentos seguros, de alta qualidade e nutritivos que sejam acessíveis a todos, respeitando o ambiente e produzindo menos resíduos, beneficiando os meios de subsistência dos produtores alimentares, e melhorando a nutrição e o bem-estar dos consumidores. Mais de mil milhões de pessoas diariamente desfrutam dos nossos alimentos e bebidas.

Sabemos que os consumidores querem e esperam comida com um ótimo sabor que seja bom para a sua saúde e para o planeta. Utilizamos a nossa escala e alcance para permitir que as pessoas tenham dietas mais saudáveis, facilitando a escolha de produtos adequados para as suas dietas, estilos de vida e orçamentos. 

Uma dieta mais saudável significa alimentos mais variados e próprios da estação; menos carne, sal, gordura e açúcar; mais legumes, alimentos com base em plantas e chás bem como cereais integrais e óleos saudáveis. Enriquecemos também muitos dos nossos produtos com nutrientes essenciais para ajudar a combater deficiências de micronutrientes onde estas são mais prevalentes.

Reconhecemos a necessidade de participar na correção do sistema alimentar mundial para permitir que a crescente população seja alimentada com comida saudável proveniente de um planeta saudável. A Nutrição Sustentável é o nosso modelo para acelerar o progresso no caminho para um sistema alimentar que seja sustentável desde a produção dos alimentos até ao consumo, e reconheça as ligações entre a agricultura, o ambiente, os alimentos, a nutrição e a saúde. Ao fazê-lo, iremos contribuir para os Objetivos Globais da ONU, e acrescer à nossa ambição de nos tornarmos uma empresa alimentar mais progressista.

A nossa estratégia

Estamos comprometidos com a capacitação dos consumidores para que tomem escolhas mais saudáveis e sustentáveis.

Um homem a barrar Flora na torrada

A nossa estratégia de Nutrição Sustentável é o nosso plano de ação sobre os Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, com os consumidores no seu cerne. Isto significa produzir alimentos seguros, de alta qualidade e nutritivos que sejam acessíveis a todos, respeitando o ambiente e gerando menos resíduos, beneficiando os meios de subsistência dos agricultores e ajudando a melhorar a nutrição e o bem-estar dos consumidores.

Colocamos os consumidores no centro de tudo aquilo que fazemos, trabalhando para construir uma relação de confiança com eles através da transparência bem como da concretização das metas definidas no Plano de Sustentabilidade Unilever. Fazemos isto focados em produtos melhores, alimentação melhor e vida melhor.

Uma longa herança de produtos de qualidade

As nossas marcas, tais como a Knorr, Lipton e Blue Band, têm oferecido boa nutrição associada a produtos de excelente sabor há mais de 100 anos. Atualmente, as nossas comidas e bebidas são vendidas em quase 100 países. Com uma escala desta dimensão acresce a responsabilidade, pelo que seguimos uma rigorosa política nutricional e definimos metas de nutrição ambiciosas que estão incorporadas no nosso negócio e na nossa estratégia de R&D.

A nossa abordagem à nutrição

Asseguramos que o nosso programa de nutrição corresponde às preocupações das pessoas e está ajustado com as orientações das autoridades públicas de saúde, tais como o Plano Global de Ação da OMS para a Prevenção de Doenças Não Contagiosas 2013–20. Nós respondemos a três elementos importantes da saúde humana: saúde cardíaca, obesidade e subnutrição. Estas são as áreas onde as nossas marcas podem ter o maior impacto no bem-estar - através de produtos deliciosos e nutritivos e uma comunicação convincente.

A nossa estratégia para a nutrição divide-se em três partes:

  • Produtos melhores. Melhoramos de modo continuado a qualidade nutricional. Os nossos cremes para barrar Becel, Planta e Blue Band contêm gorduras essenciais, e os nossos chás Lipton são refrescantes e hidratantes. Estamos a testar caldos em cubo fortalecidos com ferro na Nigéria em simultâneo com um programa de cozinha nutritiva. Em todo o mundo, todos os nossos gelados para crianças, como o Max, Paddle Pop e Popsicle, satisfazem as nossas rigorosas normas nutritivas.
  • Dietas melhores. Através das nossas comunicações de marketing, encorajamos uma cozinha mais nutritiva com os nossos cremes vegetais Becel e temperos Hellmann's. Promovemos receitas saudáveis nas embalagens e online, por exemplo com as nossas "soluções de refeição" Knorr, e somos bastante ativos na formação de chefs em restaurantes e em operações de catering.
  • Vidas melhores. As nossas campanhas encorajam as pessoas a adotarem dietas e estilos de vida mais saudáveis, um bom exemplo é o apoio da Blue Band a campanhas de pequenos almoços saudáveis na Indonésia e no Quénia.

Em 2003 tornámo-nos na primeira empresa a utilizar uma metodologia de caracterização nutricional rigorosa e peer-reviewed para definir como deveria ser a composição de produtos melhores. Isto culminou na criação das nossas mais altas normas nutricionais, que utilizamos para diversas aplicações, por exemplo para orientar a reformulação dos nossos produtos, avaliar a utilização de denúncias relacionadas com a saúde, determinar a elegibilidade do marketing para crianças e rotulagem nutricional. O nosso compromisso irá ajudar centenas de milhões de pessoas a alcançar uma dieta mais saudável.

Como os parceiros nos ajudam a promover a saúde

Através do relacionamento com as pessoas de formas inspiradoras, as nossas marcas representam um papel importante no proporcionar de uma dieta saudável e na comunicação de uma mensagem para um estilo de vida saudável. Interagimos com um leque alargado de influenciadores, incluindo chefs conhecidos, bloggers de comida, autoridades de saúde pública para ajudar a passar as nossas mensagens.

O conhecimento científico dos impactos da alimentação na saúde está em constante evolução. Devido a isso colaboramos com parceiros de investigação notáveis tais como o Top Institute Food and Nutrition na Holanda, e a Harvard School of Public Health nos EUA. Investigamos também motivadores para a mudança de comportamentos, por exemplo com a International Union of Nutrition Sciences1. Contribuímos para a mais recente reflexão sobre segurança nutricional e dietas sustentáveis, e partilhamos as nossas conclusões através de conferências científicas e publicaçõespeer-reviewed. E quando conduzimos investigações científicas, asseguramos a aplicação das mais altas normas de integridade.

Representamos também um papel de liderança em iniciativas autorregulatórias do setor, que encorajam produtos, dietas e vidas melhores. Fazemos parte de associações comerciais tais como a International Food & Beverage Alliance, Consumer Goods Forum, FoodDrinkEurope, Better Business Bureau na América do Norte e a Food Industry Asia. Apoiamos coligações alargadas e parcerias tais como a Global Alliance for Improved Nutrition (GAIN), Scaling Up Nutrition (SUN) e o Programa Alimentar Mundial. E trabalhamos em conjunto com outras indústrias alimentares e de bebidas para oferecer aos consumidores informação nutricional transparente e de confiança.

Através de todas estas atividades, encorajamos a partilha das melhores práticas, da transparência, do controlo significativo, e do fomentar de uma mudança real na alimentação das pessoas.

1 Barriers for progress in salt reduction in the general population. An international study. R.S. Newson, I. Elmadfa, Gy. Biroc, Y. Cheng, V. Prakash, P. Rust, M. Barna, R. Lion, G.W. Meijer, N. Neufingerl, I. Szabolcs, R. van Zweden, Y. Yang, G.I.J. Feunekes Appetite 2013, vol 71: 22-31.

O nosso compromisso

Iremos trabalhar continuamente para melhorar o sabor e a qualidade nutricional de todos os nossos produtos. A maioria dos nossos produtos correspondem ou ultrapassam os benchmarks que se baseiam em recomendações nutricionais nacionais. O nosso compromisso vai mais além: até 2020 iremos duplicar a proporção do nosso portefólio que cumpre as mais altas normas nutricionais baseadas em orientações nutricionais mundialmente reconhecidas. Isto irá ajudar centenas de milhões de pessoas a alcançar uma alimentação mais saudável.

Progressos até à data

Em 2016, 35% do nosso portefólio em volume2 cumpriu as mais altas normas nutricionais. Isto é baseado numa avaliação de todos os produtos em todos os países, e ao longo de todos os nossos negócios de retalho e de serviços alimentares.

Os níveis de sal, em 61% dos nossos produtos alimentares (em volume) cumpriram os benchmarks que estão em conformidade com as recomendações da OMS em não exceder os 5g de sal por dia. 79% do nosso portefólio global de cremes de óleo vegetal para barrar3 não continham mais de 33% de gordura saturada e pelo menos 67% de gorduras saturadas boas, em 2016. Neste momento 91% dos nossos gelados embalados não contêm mais de 250 kcals por porção. E desde 2010 reduzimos o açúcar das nossas bebidas de chá açucaradas em 12%.

2 Para avaliar o nosso progresso na nutrição utilizamos um período de avaliação entre 1 de outubro e 30 de setembro Altas Normas Nutricionais

3 Para todos os outros produtos no nosso portefólio de cremes para barrar, incluindo as nossas misturas, empenhamo-nos pelo menor nível possível de gordura saturada sem comprometer o desempenho do produto e as expectativas do consumidor.

Desafios futuros

O Relatório Global de Nutrição 2015 mostrou que o progresso efetuado por governos, autoridades de saúde e o setor não está a ser suficientemente rápido para combater tanto a sobrenutrição como a subnutrição. Necessitamos de efetuar uma ação conjunta com um grupo mais alargado de agentes para ajudar as pessoas a modificarem os seus hábitos alimentares. Além disso, estamos a assistir à utilização de uma crescente regulação da indústria alimentar como meio de ajudar a fomentar a mudança e forçar uma mais rápida ação por parte da indústria sobre os nutrientes que causam preocupação.

Temos um plano claramente estabelecido para a redução do sal, gordura saturada, açúcar e calorias em vários produtos, e que irá assegurar que estes continuam a corresponder ao paladar e às expectativas de qualidade do público - uma vez que os alimentos saudáveis que não são selecionados pelos consumidores não causam impacto.

Estamos a melhorar o nosso trabalho na fortificação com micronutrientes, por exemplo o programa que a Knorr está a testar na Nigéria. Isto irá assegurar que os nossos produtos alcançam um público maior, incluindo aqueles em grupos com menores capacidades económicas.

Estamos também a focar-nos na promoção digital de receitas saudáveis para as nossas marcas, utilizando normas consistentes que enfatizam nutrientes chave bem como ingredientes saudáveis.

Apesar de sabermos que resta muito trabalho para ser feito, e estarmos determinados a desempenhar o nosso papel, estamos satisfeitos que o nosso trabalho tenha sido reconhecido com o primeiro lugar no Índice de Acesso Global à Nutrição 2016.

Mudança transformacional - Descubra como estamos a fomentar a mudança transformacional através da eliminação da desflorestação, da defesa do papel da mulher, do apoio à agricultura sustentável e aos pequenos agricultores, e a melhorar a água, saneamento e higiene.


Expanda para saber mais sobre Melhorar a nutrição

Metas e performance

As nossas ambiciosas metas de nutrição podem ajudar centenas de milhões de pessoas a desfrutar de comida ótima e melhor alimentação.

Melhorar a nutrição
O nosso compromisso

Iremos continuar a trabalhar para melhorar o sabor e a qualidade nutricional de todos os nossos produtos. A maioria dos nossos produtos satisfazem benchmarks baseados em recomendações nutricionais nacionais, ou superam-nos. O nosso compromisso vai mais longe: até 2020 iremos duplicar a proporção do nosso portefólio que satisfaz as mais altas normas nutricionais, com base em orientações nutricionais globalmente reconhecidas. Isto irá ajudar centenas de milhões de pessoas a conseguirem uma alimentação mais saudável.

A nossa performance

Em 2016, 35% do nosso portefólio por volume satisfez as mais altas normas nutricionais, com base em orientações nutricionais globalmente reconhecidas.

A Nossa Perspetiva

Corresponder às mais altas normas nutricionais é um compromisso importante. Envolve responder a questões técnicas para criar produtos de ótimo sabor que vão de encontro aos nossos objetivos e que os consumidores adorem. Alimentos reformulados nutricionalmente que não são selecionados pelos consumidores não causam impacto. E isso significa promover a mudança de comportamento entre os consumidores - tarefa em que um conjunto alargado de agentes terão de desempenhar o seu papel.

A maioria do nosso portefólio já corresponde aos benchmarks baseados em recomendações nutricionais nacionais. Estamos no caminho certo para cumprir o nosso compromisso para 2020, o que significa que 60% do nosso portefólio de comidas e bebidas por volume em todos os países irá cumprir as nossas mais altas normas nutricionais. Até 2016, 35% cumpriam estas normas1. Isto corresponde a bem mais de metade das porções que vendemos.

Uma boa parte da reformulação está em curso em todas as categorias dos nossos produtos, e temos feito importantes progressos na redução do sal, açúcar e gordura saturada. Partilhamos continuamente os nossos progressos e abordagem com peritos em nutrição e saúde pública para que também eles possam falar com os consumidores acerca dos benefícios dos nossos produtos.

A nossa abordagem tem sido apoiada externamente: fomos considerados como tendo a melhor performance no Índice Global de Acesso à Nutrição 2016, uma classificação independente dos programas de nutrição dos maiores produtores mundiais de comida e bebida; e na Índia, fomos classificados no segundo lugar do India Spotlight Index em 2016. Até 2015 conseguimos também de modo consistente uma altíssima pontuação para a nutrição no Dow Jones Sustainability Index (DJSI) - contudo, como fomos transferidos para uma categoria diferente do DJSI em 2016, as nossas atividades ligadas à nutrição deixaram de ser consideradas.

Estamos a trabalhar incessantemente para concretizar estas melhorias para os mil milhões de pessoas que todos os dias desfrutam das nossas comidas e bebidas. Consulte o resumo da nossa performance comparada com as nossas metas globais de nutrição nos nossos principais países em 2016. Asseguramos com regularidade o desempenho dos pilares e metas do nosso Plano de Sustentabilidade Unilever; a mais recente certificação do nosso pilar de nutrição foi efetuada em 2015 pela PwC. Consulte Certificação Independente para saber mais sobre a nossa abordagem à certificação.

1 Para medir o nosso progresso na nutrição, utilizamos um período entre 1 de outubro e 30 de setembro. Consulte as nossas Altas Normas Nutricionais .


  • Alcançado

  • Dentro do plano

  • Fora do plano

  • %

    do objetivo alcançado

Legenda
  • Alcançado

  • Dentro do plano

  • Fora do plano

  • %

    do objetivo alcançado

As nossas metas

Consulte por favor Certificação Independente para obter mais informação sobre o nosso programa de certificação em todo o Plano de Sustentabilidade Unilever.

Reduzir os níveis de sal

A nossa primeira etapa era a redução dos níveis de sal para 6g por dia até ao final de 2010. Isto exigiu reduções na ordem dos 25%. Em 2010, afirmamos que a nossa ambição era reduzir o sal em mais 15-20%, em média, para atingir o objetivo de 5g de sal diários. Em 2013 clarificámos o nosso compromisso.


  • Até 2020, 75% do nosso portefólio de produtos Alimentares irá cumprir os níveis de sal para permitir consumos de 5g por dia.

61% do nosso portefólio de produtos Alimentares cumpriu o objetivo de 5g em 2016.


A Nossa Perspetiva

Estamos em linha com a nossa meta para 2020.

Efetuar progressos adicionais irá envolver continuar a seguir os planos de redução de sal com que nos comprometemos em todos os nossos negócios ao consumidor e de Food Solutions no catering profissional. Irá exigir também que todos os agentes relevantes - por exemplo governos, autoridades e profissionais de saúde - abordem as causas e obstáculos que as pessoas sentem na adoção de hábitos mais saudáveis, dado que os níveis atuais de consumo de sal da população superam significativamente os níveis recomendados.

Reduzir a gordura saturada

Estamos comprometidos com a melhoria da composição lípidica dos nossos produtos através da redução da gordura saturada, tanto quanto for possível, e do aumento dos níveis das gorduras essenciais.


  • Até 2012 os nossos principais cremes para barrar irão conter menos de 33% de gordura saturada relativamente ao total de lípidos.
92

Em 2012, 92% dos nossos principais cremes para barrar, por volume, continham menos de 33% de gordura saturada relativamente ao total de lípidos.


  • Uma porção diária irá fornecer pelo menos 15% dos ácidos gordos essenciais recomendados por normas nutricionais internacionais.
92

Em 2012, 92% dos nossos principais cremes para barrar, por volume, forneciam pelo menos 15% dos ácidos gordos essenciais recomendados por normas nutricionais internacionais.


Queremos melhorar ainda mais a qualidade lipídica de todos os cremes para barrar de óleo vegetal que vendemos em pacotes. Em 2013 ampliámos o nosso compromisso.


  • Até 2017, 90% de todo o nosso portefólio global de cremes de óleo vegetal para barrar1 não irão conter mais de 33% de gordura saturada e terão pelo menos 67% de gorduras BOAS não saturadas.

Em áreas tropicais, sem distribuição refrigerada, o conteúdo máximo de gordura saturada será definido em 38%, uma vez que se torna necessário um nível ligeiramente superior de gordura saturada para manter a estabilidade dos cremes para barrar.

Em 2016, 79% do nosso portefólio global de cremes de óleo vegetal para barrar1 não continha mais de 33% de gordura saturada e tinham pelo menos 67% de gorduras boas não saturadas.


A Nossa Perspetiva

A proporção do nosso portefólio global de cremes vegetais para barrar que cumpriu o nosso objetivo baixou ligeiramente de 82% em 2015 para 79% em 2016. Isto ocorreu devido à nossa crescente oferta de produtos com diferentes sabores e consistências que podem ser utilizados para pastelaria e para cozinhar, bem como para barrar. Alguns destes novos produtos contêm uma maior proporção de gorduras saturadas relativamente à nossa meta, para proporcionar o sabor e a experiência culinária que os consumidores desejam.

Apesar de podermos reduzir as gorduras saturadas para melhorar os nossos produtos, o trabalho com outros parceiros continua a ser importante para fortalecer o nosso impacto; descobrimos, por exemplo, que promover a sensibilização para a saúde cardíaca é frequentemente mais eficaz quando as mensagens são comunicadas em parceria com autoridades e profissionais de saúde.

1 Para todos os outros produtos no nosso portefólio de cremes para barrar, ambicionamos obter o menor nível possível de gorduras saturadas sem comprometer o desempenho do produto nem as expectativas do consumidor.

Remover a gordura trans

Até 2012, teremos removido de todos os nossos produtos quaisquer gorduras trans originárias de óleos vegetais parcialmente hidrogenados.

Em 2012, 100% do nosso portefólio, por volume, não continha quaisquer gorduras trans originárias de óleos vegetais parcialmente hidrogenados.1


A Nossa Perspetiva

Até 2012, alcançámos a nossa meta de eliminar a gordura trans originária de óleos vegetais parcialmente hidrogenados em todos os nossos produtos por todo o mundo. Conduzimos análises regulares dos nossos produtos para assegurar que continuamos a cumprir com esse desígnio. Caso sejam descobertos produtos com gorduras trans originárias de óleos vegetais parcialmente hidrogenados, estes são reformulados.

1 Publicámos a nossa definição e abordagem à remoção das gorduras trans originárias de óleos vegetais parcialmente hidrogenados. Consulte: Melnikov S & Zevenbergen H. "Implementation of removing trans fatty acids originating from partially hydrogenated vegetable oils". New Food 2012; 5: 44-46. Esta abordagem foca-se nos principais ingredientes das nossas receitas e não inclui vestígios de gorduras trans originárias de óleos vegetais parcialmente hidrogenados que possam ser encontrados em alguns aromatizantes e emulsionantes.

Reduzir o açúcar

Antes de 2010 já havíamos reduzido os níveis de açúcar nos nossos chás prontos a beber. Até 2020 iremos remover mais 25% nos nossos chás prontos a beber. Em 2014 ampliámos esta meta para incluir os nossos produtos de ice tea e milk tea em pó1.

De 2010 a 2016 reduzimos em 12% o açúcar de todas as nossas bebidas açucaradas com base de chá.


A Nossa Perspetiva

Estamos no caminho certo para alcançar a nossa meta para 2020. Em 2016 continuámos o nosso progresso, reduzindo os níveis de açúcar em vários produtos existentes e lançando em diversos mercados novos produtos com um teor de açúcar mais baixo. Isto conduziu a uma redução no açúcar de 1.2% em 2016, em comparação com 2015. Iremos continuar a reduzir os níveis de açúcar no nosso portefólio de bebidas com base de chá, e a oferecer bebidas e inovações com um baixo teor de açúcar, enquanto mantemos o sabor que os consumidores apreciam.

1 A nossa meta de redução de açúcar aplica-se a todos os chás prontos a beber, produtos de ice tea e milk tea em pó, concentrados líquidos, retalho e foodservice e quaisquer novos formatos que sejam adoçados durante o período entre 2010 e 2020.

Reduzir calorias

  • Até 2014, 100% dos nossos gelados para crianças irão conter um máximo de 110 quilocalorias por porção. Até 2012, 60% irão cumprir este nível.

Em 2014, 100% dos nossos gelados para crianças continham um máximo de 110 quilocalorias por porção, subindo desde os 86% registados em 20132.


  • Até 2015, 80% dos nossos gelados embalados não excederam as 250 quilocalorias por porção1.

91% dos nossos gelados embalados, por volume, continham no máximo 250 quilocalorias por porção, em 2015 e 2016.


A Nossa Perspetiva

Alcançámos o nosso compromisso de conseguir que, em 2014, os nossos gelados para crianças não contivessem mais que 110 quilocalorias. Somos uma das primeiras empresas globais a assegurar que todos os nossos gelados para crianças, em todo o lado, são nutricionalmente responsáveis.

Em 2015 atingimos 91%, superando a nossa meta global de que 80% do nosso gelado embalado não teria mais que 250 calorias. Mantivemos 91% em 2016 (cálculo com base em 97% do nosso volume global de vendas de gelado). Para demonstrar que a nossa abordagem responsável por todo o nosso negócio de gelados, pretendemos obter pelo menos um cumprimento de 80% em cada mercado e continuamos a progredir nesse sentido em 2016.

1 Uma porção é definida como: uma dose unitária pré-embalada de produto gelado destinada a ser consumida de uma vez, ou 100 ml quando comercializado em embalagens destinadas ao consumo em múltiplas utilizações, como as caixas de gelado.

2 A nossa meta para os gelados para crianças foi avaliada no final do 4º trimestre de 2014; o resto do nosso relato avalia o progresso entre o 4º trimestre de 2015 e o 3º trimestre de 2016.

Fornecer informação para uma alimentação saudável

O nosso objetivo é disponibilizar rotulagem clara e simples nos nossos produtos para ajudar o público a efetuar escolhas para uma alimentação equilibrada e nutritiva. Os nossos produtos na Europa e América do Norte oferecem já informação nutricional completa.


  • Até 2015 isto será alargado para abranger todos os nossos produtos mundialmente. Iremos incluir a energia por porção na frente da embalagem, mais oito ingredientes chave e a % da Quantidade Diária Recomendada para cinco nutrientes no verso da embalagem.

Os nossos objetivos irão respeitar os acordos locais ou regionais do setor bem como as leis vigentes em cada mercado.

86

Em 2015, 86% do nosso portefólio continha já uma rotulagem nutricional completa na embalagem, em linha com o nosso compromisso. Em 2016, este valor subiu para 92%1. Estamos a trabalhar com as autoridades relevantes para criar um clima positivo para a rotulagem e para possibilitar ainda mais alterações aos nossos produtos bem como ajudar os consumidores na escolha de produtos mais saudáveis.


A Nossa Perspetiva

Em 2016, 92%1 do nosso portefólio estava totalmente em linha com o nosso compromisso. Mais de 99% dos nossos produtos comunicavam a sua informação nutricional na embalagem ou online (pelo menos as Big 42).

A nossa meta é muito abrangente, cobre todas as nossas marcas e mercados. Temos em marcha um modelo global de governança e atividades profundas de monitorização para controlar a rotulagem de nutrição por produto. Contudo, apesar de continuarmos a expandir o nosso compromisso de rotulagem em todo o nosso portefólio de comidas e bebidas, falta-nos atingir a totalidade do nosso objetivo.

Uma vez que vários países desenvolveram uma preferência por um sistema de rotulagem na frente da embalagem, continuamos a trabalhar com governos, ONGs e outros atores relevantes para a saúde pública no sentido de criar sistemas harmonizados globais e transparentes que orientem os consumidores para a escolha mais saudável.

1 Estes números são baseados no volume de vendas compreendido entre 1 de abril de 2016 e 30 de junho de 2016, das nossas categorias Foods and Refreshment (incluindo os locais onde a Unilever é responsável pelo marketing e distribuição do negócio da Pepsi Lipton) bem como o volume de vendas de produtos proveniente da Unilever Food Solutions; exclui produtos comercializados através de outras joint ventures e marcas próprias dos distribuidores.

2 Big 4: informação nutricional que inclui a energia (kJ e kcal), proteína (g), hidratos de carbono (g) e lípidos (g)

Back to top